.com

/web {

tendências, mídias digitais, redes sociais, gadgets e novas tecnologias

}

04/08/2011

Pôneis Malditos BEGINS – A Origem

Billy The Butcher

Billy The Butcher @billythebutcher

“O cenário é propício: há falta de ousadia (no mercado), o filme tem recursos que funcionam, como um jingle bem feito,  e o material é de bom conteúdo e integrado ao Facebook. Tudo isso funciona como um vírus e as pessoas são os mosquitos que espalham”, brinca o vice-presidente de Operações.

Pôneis Malditos

A integração dos pôneis malditos foi completa. Enquanto a campanha avisava os telespectadores sobre a nova brincadeira, outra corria em paralelo na internet.

A versão digital continha o complemento que acabou por ser o combustível da ação. O pônei que até então era “fofo” ficou amaldiçoado e pedia aos internautas que espalhassem o vídeo para 10 pessoas. Do contrário, a maldição faria com que a música “grudasse como chiclete” na mente de quem a ouviu. O vídeo já tem mais de 2 milhões de visualizações no YouTube.

Não se sabe se a maldição pega ou não, mas a redação já identificou quatro perfis no Twitter repletos de mensagens sobre os tais pôneis malditos.

Acesse o site da campanha Maldição do Pônei.

Fonte: Exame

.