.com

/web {

tendências, mídias digitais, redes sociais, gadgets e novas tecnologias

}

05/04/2011

A evolução dos notebooks

PontoCom

PontoCom @agenciapontocom

O Youpix fez esse apanhado que nos mostra o quanto a tecnologia evolui, gradativamente e assustadoramente mais rápido. Tudo começou no dia 03 de abril de 1981, quando uma empresa chamada Osborne Corporation lançava o primeiro computador de fato portátil, o Osborne 1.

Portátil naquelas. O treco pesava quase 11 kg e a bateria dele não durava mais do que uma hora. O design dele também não era muito descolado. Apesar de ser tão pesado, ele tinha uma tela com “incríveis” 12 centímetros. Mesmo assim, o Osbourne 1 fez relativo sucesso – chegando a vender cerca de dez mil unidades por mês.

Em 83, era lançado o Gavilan SC, que era bem mais leve – pesando “apenas” quatro 4 kg. A bateria dele também já era bem melhor, durava cerca de nove horas.

Um dos primeiros a realmente a estourar no mercado, foi o Tandy TRS-80, da marca Radio Shack. Ele era dobrável, como os de hoje. Custava bem mais barato que os seus antecessores (cerca de US$ 600 nos EUA) e possuia um editor de textos. Era o queridinho dos profissionais de comunicação.

Já em 86, a IBM lançou o Convertible PC, que parecia um computadorzinho feito de Lego. Ele permitia acoplar uma impressora na sua traseira e pesava 5,5 kg – um dos mais leves na época.

Movida pela concorrência acirrada, em 91 a Apple inova no design. O Powerbook 100 tinha uma bolinha no lugar do mouse e um teclado mais espaçoso, com espaço para descansar os pulsos.

Em 94, imaginar um notebook com um drive de CD-ROM era coisa digna de Star Wars. Mas, a IBM conseguiu transformar isso em realidade com o revolucionário ThinkPad 755CD.

Desde então, muita coisa começou a mudar. Em 2006, o governo brasileiro finalmente abaixou as taxas de imposto cobradas nos notebooks e, finalmente, as pessoas podiam combrar um laptop por menos de R$ 3 mil. Em 2006, a Toshiba lança o o Qosmio, com drive de leitura de HD- DVD. Hoje, graças ao Blu-ray, essa tecnologia é considerada obsoleta.

Em 2007, a Asus dá um passo polêmico. Ela lança um portátil pequeno e com menos recursos do que os notebooks. Nascia o conceito dos netbooks que revolucionariam o mercado. O primeiro do tipo a ser lançado foi o Eee PC.

No começo de 2010, Steve Jobs revoluciona o mercado novamente. O diretor da Apple, mostra ao mundo a delicinha do iPad. Aí já era. Só se fala em iPad, em tablets, e coisas do tipo. Todo mundo quer o seu tablet e, cada vez menos, as pessoas pensam nos notebooks. A geração, que começou exatamente há 30 anos, começa a chegar a perder espaço, enquanto cresce o segmento dos tablets.

.